ENEM

13.062017

Primeira lição Os gêneros de poesia são: lírico, satírico, didático, épico, ligeiro. O gênero lírico compreende o lirismo. Lirismo é a tradução de um sentimento subjetivo, sincero e pessoal. É a linguagem do coração, do amor. O lirismo é assim denominado porque em outros tempos os versos sentimentais eram declamados ao som da lira. O lirismo pode ser: a) Elegíaco, quando trata de assuntos tristes, quase sempre a morte. b) Bucólico, quando versa sobre assuntos campestres. c) Erótico, quando versa sobre o amor. O lirismo elegíaco compreende a elegia, a nênia, a endecha, o epitáfio e o epicédio. Elegia é uma poesia que trata de assuntos tristes. Nênia é uma poesia em homenagem a uma pessoa morta. Era declamada junto à fogueira onde o cadáver era incinerado. Endecha e uma poesia que revela as dores do coração. Epitáfio é um pequeno verso gravado em pedras tumulares. Epicédio é uma poesia onde o poeta relata a vida de uma pessoa morta. (CESAR, A. C. Poética, São Paulo: Companhia das Letras, 2013). No poema de Ana Cristina Cesar, a relação entre as definições apresentadas e o processo de construção do texto indica que o(a) a) caráter descritivo dos versos assinala uma concepção irônica de lirismo. b) tom explicativo e contido constitui uma forma peculiar de expressão poética. c) seleção e o recorte do tema revelam uma visão pessimista da criação artística. d) enumeração de distintas manifestações líricas produz um efeito de impessoalidade. e) referência a gêneros poéticos clássicos expressa a adesão do eu lírico às tradições literárias.

gabrielcsnv ENEM 1 51
13.062017

Los guionistas estadounidenses introducen cada vez más el español em sus diálogos En los últimos años, la realidad cultural y la presencia creciente de migrantes de origen latinoamericano en EE UU ha propiciado que cada vez más estadounidenses alternen el inglés y el español en un mismo discurso. Un estudio publicado en la revista Vial-Vigo International Journal of Applied Linguistics se centra en las estrategias que usan los guionistas de la versión original para incluir el español en el guión o a personajes de origen latinoamericano. Los guionistas estadounidenses suelen usar subtítulos en inglés cuando el español que aparece en la serie o película es importante para el argumento. Si esto no ocurre, y sólo hay interjecciones, aparece sin subtítulos. En aquellas conversaciones que no tienen relevancia se añade en ocasiones el subtítulo Speaks Spanish (habla en español). “De esta forma, impiden al público conocer qué están diciendo los dos personajes que hablan español”, explica la autora del estudio y profesora e investigadora en la Universidad Pablo de Olavide (UPO) de Sevilla. (Disponível em: www.agenciasinc.es. Acesso em: 23 ago. 2012 (adaptado)). De acordo com o texto, nos filmes norte-americanos, nem todas as falas em espanhol são legendadas em inglês. Esse fato revela a a) assimetria no tratamento do espanhol como elemento da diversidade linguística nos Estados Unidos. b) escassez de personaqens de origem hispânica nas séries e filmes produzidos nos Estados Unidos. c) desconsideração com o público hispânico que frequen - ta as salas de cinema norte-americanas. d) falta de uma formação linguística específica para os roteiristas e tradutores norte-americanos. e) carência de pesquisas científicas sobre a influência do espanhol na cultura norte-americana.

karlasantos ENEM 1 50
13.062017

O livro A fórmula secreta conta a história de um episódio fundamental para o nascimento da matemática moderna e retrata uma das disputas mais virulentas da ciência renascentista. Fórmulas misteriosas, duelos públicos, traições, genialidade, ambição – e matemática! Esse é o instigante universo apresentado no livro, que resgata a história dos italianos Tartaglia e Cardano e da fórmula revolucionária para resolução de equações de terceiro grau. A obra reconstitui um episódio polêmico que marca, para muitos, o início do período moderno da matemática. Em última analise, A fórmula secreta apresenta-se como uma ótima opção para conhecer um pouco mais sobre a história da matemática e acompanhar um dos debates científicos mais inflamados do século XVI no campo. Mais do que isso, é uma obra de fácil leitura e uma boa mostra de que é possível abordar temas como álgebra de forma interessante, inteligente e acessível ao grande público. (GARCIA, M. Duelos, segredos e matemática. Disponível em: http://cienciahojeuol.com.br. Acesso em: 6 out. 2015 (adaptado)). Na construção textual, o autor realiza escolhas para cumprir determinados objetivos. Nesse sentido, a função social desse texto é a) interpretar a obra a partir dos acontecimentos da narrativa. b) apresentar o resumo do conteúdo da obra de modo impessoal. c) fazer a apreciação de uma obra a partir de uma síntese crítica. d) informar o leitor sobre a veracidade dos fatos descritos na obra. e) classificar a obra como uma referência para estudiosos da matemática.

Franciine ENEM 1 40